CUBOS DE ABOBRINHA RECHEADOS COM SHITAQUE

 

Uma receita que testei adaptando alguns ingredientes e a preparação com ótimo resultado!

Uma opção nutritiva e muito saborosa.

Ingredientes 

2 abobrinhas grandes

Uma embalagem de shitaque

1 dente de alho picado

1/2 xícara (chá) de cheiro verde picado

Uma pitada de orégano

Sal e azeite

Modo de fazer

Aquecer uma frigideira, colocar o azeite, o alho e quando começar a dourar juntar os cogumelos picados, colocar o sal e o orégano, saltear tudo sem deixar amolecer e adicionar o cheiro verde.

Cortar cada abobrinha em 4 cubos.

Para rechear as abobrinhas: retirar um pouco da polpa da abobrinha, formando uma cavidade. Preencher essa cavidade com os cogumelos e arrumar em um refratário coberto com uma camada de molho de tomate.

Levar ao forno preaquecido a  180 ºC por 20 minutos. A abobrinha deverá ficar crocante.

Molho de tomate

1 lata de tomate pelado

2 dentes de alho picados

Uma pitada de orégano 

Sal e azeite

Modo de fazer

Na mesma frigideira em que refogou os cogumelos, colocar azeite e dourar rapidamente o alho, juntar os tomates, o sal e o orégano, deixar refogar até desmanchar os tomates. Se gostar juntar algumas folhas de manjericão.

DICA

O melhor desse prato é a versatilidade:

As polpas retiradas das abobrinhas podem ser aproveitadas no arroz, nas sopas, no refogado e inclusive para fazer uma gostosa farofa ou fritada.

No recheio pode-se usar no lugar dos cogumelos, um refogado de frango, carne, peixe, inclusive queijos ou outro de sua preferência.

Se gostar poderá usar o queijo cream cheese ou creme de ricota no recheio de cogumelo colocando no final do cozimento,  deixando-o mais cremoso.

PACCHERI AL RAGU DI BACCALÁ

Perfeita combinação desse tipo de massa curta e larga com o molho de tomate e bacalhau. Um prato napolitano que traduz todo sabor Mediterrâneo! Um sabor incrível.

Ingredientes:

500 gr de Paccheri ou Rigatoni de grano duro

500 gr de bacalhau em postas, dessalgado e demolhado

1 cebola grande picada

2 dentes de alho picados

1 pimenta dedo de moça sem sementes picada

2 folhas de louro

1 colher (sopa) rasa de orégano

3 tomates maduros sem pele e sem sementes picados

1 vidro de Passata de tomate ( 600 ml)

Azeite e sal a gosto.

1/2 xícara (chá) de salsinha picada

Modo de fazer:

Dessalgar o bacalhau.

Lavar bem o bacalhau em água corrente e colocar de molho em água fria de véspera. Trocar a água no mínimo quatro vezes. Manter sempre na geladeira.

Cozinhar o bacalhau na água fria até começar a levantar fervura. Escorrer e reservar.

Numa panela wok, cobrir o fundo com azeite e dourar a cebola e o alho, juntar a pimenta.

Adicionar os tomates picados e deixar refogar, juntar a Passata e a mesma medida de água, orégano e deixar ferver.

Quando estiver fervendo juntar as postas de bacalhau dessalgado, as folhas de louro e deixar apurar. Corrigir o sal e retirar as folhas de louro.

Cozinhar a massa em bastante água fervente com sal até obter o ponto ao dente.

Escorrer a massa e jogar dentro do molho, adicionar a salsinha picada, deixar pegar o gosto e servir .

Opcional: Polvilhar queijo parmesão ralado.

NHOQUE DE BANANA DA TERRA

UM PRATO EXÓTICO, de sabor adocicado e levemente picante!

Atendendo a um pedido da minha filha para fazer esse nhoque, mas vegano, sem ovo e sem queijo, e lá fui eu testar a receita com algumas adaptações, consegui e gostei do resultado, ficou com um sabor diferente, adocicado que harmonizou bem com a pimenta dedo de moça.

Ingredientes 

5 bananas da terra (1 kg)

Cerca de 10 colheres (sopa) de farinha de trigo

2 colheres (sopa) de azeite

Pimenta do reino moída na hora a gosto

Modo de fazer

Assar as bananas com casca em forno médio (180 grausC) por aproximadamente 30 minutos ou até que começam a rachar a casca. Retirar as cascas, amassar com um garfo ou colocar num processador, colocar em uma vasilha, deixar esfriar e acrescentar o restante dos ingredientes do nhoque. Misturar muito bem, fazer rolinhos e cortar em pedaços pequenos.

Cozinhar em uma panela com água fervente salgada, colocando um pouco de cada vez. Quando boiarem retirar e escorrer.

Em uma frigideira antiaderente, dourar os nhoques com um pouco de azeite e em seguida jogar no molho de tomate

Molho

1 cebola picadinha

2 dentes de alho picados

1 lata de tomate pelado

1 pimenta dedo de moça picada e sem as sementes

Folhas de manjericão 

Sal e azeite

Numa panela dourar no azeite a cebola e o alho, acrescentar a pimenta,  o tomate, o sal e um pouco de água, 1/3 da lata. Tampar e deixar refogar até secar a água, juntar o manjericão. Temperar o nhoque.

Servir em seguida com castanha do Pará ralada ou gergelim.

 

DICA

Se não for vegano acrescentar 1 ovo e  2 colheres (sopa) de queijo parmesão ao purê de banana e misturar tudo. Controlar a farinha para ver se há necessidade de usar mais.

Servir com um bom parmesão ralado.

CROSTATA DE AMEIXA PRETA E VINHO DO PORTO

INGREDIENTES DA CROSTATA

Geleia de ameixa preta ( suficiente para rechear a torta)

1 ½ xícara (chá) de farinha de trigo

100 g de manteiga gelada em cubos

⅓ de xícara (chá) de açúcar demerara

1 ovo

½ colher (chá) de fermento em pó

farinha de trigo para polvilhar a bancada

MODO DE FAZER

Numa tigela, misture a farinha, o açúcar e o fermento em pó. Acrescente a manteiga em cubos e misture com as pontas dos dedos até formar uma farofa grossa.

Junte o ovo e amasse até formar uma massa lisa e bem macia. Modele uma bola e envolva com filme. Leve para a geladeira e deixe por no mínimo 30 minutos para descansar.

Preaqueça o forno a 180 ºC (temperatura média). 

Separe ⅓ da massa e reserve, pois será usada para fazer a decoração.

Em uma forma ou refratário redondo de 23cm de diâmetro, forre com esta massa espalhando com as mãos. Não precisa untar.
Depois da massa toda espalhada faça furos com o garfo nesta massa para não formar bolhas ao assar.
Amasse a geleia com o garfo, caso  a geleia esteja muito densa, coloque um pouquinho de água filtrada para diluir um pouco, espalhe sobre a massa.

           Polvilhe um pouco de farinha de trigo sobre a bancada e abra o restante da massa formando um retângulo. Com uma faca (ou carretilha) corte tiras de cerca de 1 cm de largura – as tiras devem ser longas o suficiente para cobrir a torta.

       Faça uma treliça sobre a torta e leve ao forno preaquecido, deixe assar por cerca de 30 minutos até dourar. Retire do forno e espere esfriar antes de desenformar.

DICA

Pode-se usar qualquer geleia de sua preferência.

Aqui vai a receita da geleia de ameixa preta com vinho do Porto

Essa receita não leva açúcar como em outras receitas de geleia, mas se você gostar de uma geleia um pouco mais doce, recomendo colocar no meio do cozimento uma ou duas colheres (sopa) de açúcar demerara. A quantidade vai depender do gosto de cada um.

Essa receita de geleia foi extraída e adaptada do livro: Pão Nosso de Luiz Américo Camargo ( Senac)

Ingredientes

2 xícaras (chá) de ameixas pretas sem caroço

1/2 xícara (chá) de vinho do Porto

2 xícaras (chá) de água filtrada

1 pau de canela

Modo de fazer

Picar grosseiramente as ameixas e colocar numa panela com todos os ingredientes.

Levar ao fogo médio e quando começar a ferver abaixar o fogo e deixar cozinhando por cerca de 30 minutos, mexendo de vez em 

quando, até secar o líquido.

Retirar do fogo e deixar esfriar e colocar num pote esterilizado e conservar em geladeira.

PÃO CASEIRO

Fazer pão é um prazer a ser experimentado!

Misturar os ingredientes e colocar a mão na massa é excitante!

Esperar a massa crescer é um tempo duvidoso!

Colocar a massa no forno é um ato glorioso!

Enquanto assa, o aroma se espalha pela casa,

excita os paladares e convida a um cafezinho!

INGREDIENTES

1 kg de farinha de trigo especial

50 g de queijo parmesão ralado

4 colheres de sopa de azeite

2 ovos 

30 g de fermento biológico

500 ml de água morna

1 colher de sopa rasa de açúcar demerara

1 colher de sopa rasa de sal

Erva doce (opcional)

MODO DE PREPARO

Misturar os ingredientes secos

Abrir um buraco no meio e colocar o restante dos ingredientes

Misturar até obter uma massa lisa e enxuta.

Colocar a massa em uma mesa polvilhada com bastante farinha, sovar e formar uma bola.

Manter coberta polvilhada com farinha e deixar descansar por 1 hora.

Cortar a massa em fatias e modelar os pães no formato da sua preferência e colocar em formas polvilhadas com farinha de trigo.

Deixar descansar por mais uma hora.

Preaquecer forno a 170°C.

Levar para assar em forno por uns 30 minutos aproximadamente

Servir com manteiga, geleia, frios, pastas ou com uma bela salada de sua preferência.

Dica:Não colocar a água toda de uma vez, porque alguns tipos de farinha absorvem mais água outros menos quantidade, aproximadamente, para 1 kg de farinha usa-se 500 ml de água.

 

TAGLIATELLI COM ERVILHAS, ALHO PORÓ E CREME DE LEITE

Para uma parte da família que é vegetariana desenvolvi essa receita que ficou leve e muito saborosa!

Ingredientes do molho
1 pacote de ervilhas congeladas
1 alho poró fatiado
2 cebolas fatiadas em meias rodelas
1 xícara ( chá) de cebolinha verde picada
1 colher ( café) de orégano
Uma pitada de noz moscada moída na hora
500 ml de creme de leite fresco
Sal e azeite a gosto
1 copo de água

Modo de fazer
Numa panela wok cobrir o fundo com azeite.
Colocar a ervilha congelada, o alho poró, as cebolas, o orégano, a cebolinha e o sal.
Colocar a água, tampar a panela e deixar cozinhar até a água secar.
Adicionar o creme de leite fresco e a noz moscada, mexer bem, deixar tudo pegar gosto.
Escorrer a massa e jogar no molho, deixar pegar gosto e servir com um bom queijo parmesão ralado.

TAGLIATELLI AO MOLHO DE COSTELA SUÍNA

Ingredientes do molho
500 g de costela suína
1 cebola ralada ou picadinha
1 cenoura descascada e ralada
1 talo de salsão ralado ou bem picado
1 copo de vinho branco ou tinto de qualidade
500 g de polpa de tomate
1 litro de água de água
1 colher (café) de orégano
Folhas de manjericão
Azeite e sal a gosto
Modo de fazer:
Em uma panela antiaderente cobrir o fundo com azeite e fritar a carne, colocar o sal, o orégano e acrescentar a cebola, a cenoura e o salsão, deixar refogar, adicionar um copo de vinho branco, misturar tudo e quando o vinho evaporar colocar a polpa de tomate e a água. Tampar a panela e deixar apurar. Caso haja necessidade ir colocando mais água até a carne amolecer bem. No final do cozimento juntar as folhas de manjericão.
Esse molho também poderá ser cozido em panela de pressão, por cerca de 50 minutos, após terminar a pressão, abrir a panela, desfiar a costela, voltar a carne na panela e adicionar as folhas de manjericão
O molho está pronto para ser utilizado.
Cozinhar 500 g de tagliatelli de grano duro em água fervente e salgada até o ponto “al dente”, escorrer e jogar no molho.
Servir em seguida com um bom queijo parmesão ralado.

SOBRECOXAS DE FRANGO COM VAGEM

 

Um prato que combina muito bem com salada verde ou purê ou arroz branco ou arroz com feijão ou com polenta.

Ingredientes:
3 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 cebola roxa fatiada
5 sobrecoxas de frango, desossadas e sem pele
3 dentes de alho picados
1 colher (chá) de orégano
Uma embalagem de vagem picadas
1 colher (chá) de sal
1 pitada de pimenta-do-reino moída na hora
1 xícara (chá) de água

Modo de fazer:

Temperar as sobrecoxas com o suco do limão, sal, orégano e o alho.
Aquecer uma panela antiaderente, em fogo médio, colocar azeite e dourar as sobrecoxas.
Acrescentar a vagem e a cebola a pimenta-do-reino, a água e misturar tudo muito bem, tampar e cozinhar até amolecer a vagem e o frango. Arrumar numa travessa e servir.
VARIAÇÃO
Pode-se adicionar 2 tomates sem pele e sem sementes picados que deverão ser colocados antes da vagem e deixar cozinhar um pouco.

UMA ADAPTAÇÃO QUE DEU CERTO!

Criar e adaptar receitas dá uma satisfação imensa quando bem sucedidas! E eu adoro fazer isso!
Eu tinha uma sobra de abóbora cabotiã refogada (150g), 3 batatas (médias) e 3 batatas doces ( 2 médias e 1 pequena). Aí resolvi cozinhar as batatas.
Depois de cozidas misturar tudo e fazer nhoque, até aí normal, o problema foi quando percebi que não tinha farinha suficiente, somente 150 g e sem tempo de sair para comprar.
E agora?
Encontrei na minha despensa um pacote de sêmola de grano duro, bem para quem já estava fazendo uma adaptação, continuar não seria o problema.
Coloquei nas batatas e abóbora amassadas, um ovo, um fio de azeite e a sêmola e finalizei com a outra farinha. A sorte é que as batatas estavam bem sequinhas e a quantidade necessária de farinha foi pequena o que facilitou o trabalho e acreditem o resultado ficou fantástico! O ponto da massa ficou ótimo, fácil de manusear e com boa textura.

Qual molho utilizei para temperar os nhoques?
Com um molho de tomates frescos que aromatizei com alho, cebola roxa, orégano, alecrim, pimenta dedo de moça e algumas folhas de manjericão.
A pimenta é importante nesse molho, pois sua picância harmoniza-se perfeitamente com o doce da batata doce e da abóbora.
Servi com um bom queijo parmesão ralado.
Acreditem, ficou incrível!f

Salada de tomate caqui com ricota defumada

 


Uma entrada simples, mas surpreendente no sabor!

Ingredientes:

Tomates caqui (a quantidade dependerá do número de pessoas, mais ou menos, um tomate para cada duas pessoas).
Ricota defumada e temperada (encontrada em qualquer supermercado).
Manjericão
Azeite e sal

Modo de fazer:
Cortar os tomates em rodelas e dispor em uma travessa rasa, ralar a ricota seca no ralo grosso por cima dos tomates, adicionar folhas de manjericão e na hora de servir, jogar por cima um tempero feito apenas de azeite e sal. (é importante temperar somente na hora de servir, pois o sal cozinha os tomates).

VARIAÇÃO

Caso não se encontre a ricota defumada, pode-se preparar com os seguintes queijos:
Ralar no ralo grosso um pouco de queijo pecorino e parmesão, temperar com uma pitada de orégano e pimenta do reino moída na hora, misturar e espalhar sobre os tomates